Michelle Bolsonaro ataca Lula e religiões africanas: ‘Isso pode, né?

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
A primeira-dama Michelle Bolsonaro voltou a atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato ao Planalto, nas redes sociais. No Instagram, além do petista, ela também foi contra as religiões de matriz africanas.
 
Nesta terça-feira (9/8), a mulher de Jair Bolsonaro (PL) compartilhou um vídeo onde Lula recebe um banho de pipoca de uma religiosa.
As imagens foram gravadas em Salvador, na Bahia. �??Isso pode, né! Eu falar de Deus, não�?�, disse.
A postagem original carregava o seguinte texto: �??Lula já entregou a sua alma para vencer essa eleição. Não lutamos contra a carne e nem o sangue, mas contra os principados e potestades das trevas. O cristão tem que ter a coragem de falar de política hoje para não ser proibido de falar de Jesus amanhã.”

No último domingo (7/8), durante visita em Belo Horizonte, a primeira-dama afirmou que, antes do seu marido ocupar o cargo de presidente, oPalácio do Planalto era um espaço �??consagrado a demônios�?�.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

PT e Centrão se unem para quebrar acordo e retirar PL da presidência da CCJ

O PT e o Centrão articulam para quebrar um acordo firmado no começo do ano passado e tirar o PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara neste ano. Se o plano se consolidar, a CCJ, o colegiado mais importante de todos da Casa, ficará com

Juiz arquiva investigação sobre Haddad por suspeita de caixa 2 nas eleições de 2012

A Justiça Federal em São Paulo decretou o arquivamento de uma investigação policial sobre o ministro da Fazenda Fernando Haddad por suspeita de caixa 2 nas eleições municipais de 2012 - na ocasião, o petista disputou e venceu o pleito, derrotando o tucano José Serra na corrida à Prefeitura da Capital. A decisão judicial acolhe

PF mira trama golpista em depoimento conjunto de Bolsonaro e outros 22

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) prestou depoimento na tarde desta quinta-feira (22) à Polícia Federal sobre os planos discutidos no fim de 2022 para um golpe de Estado contra a eleição de Lula (PT) à Presidência da República. O depoimento foi marcado para iniciar às 14h30. Ex-ministros, ex-assessores, militares e aliados