Paraná Pesquisas em Goiás: Caiado lidera com 46,1%; Mendanha tem 24,9%

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Goiânia �?? Pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas sobre a disputa ao governo de Goiás mostra Ronaldo Caiado (União Brasil) na liderança na corrida eleitoral para o governo estadual, com 46,1% das intenções de voto. Ex-prefeito de Aparecida de Goiânia e principal adversário do governador, Gustavo Mendanha (Patriota) aparece em segundo, com 24,9%, seguido pelo bolsonarista Vitor Hugo (PL), com 9%.

De acordo com a pesquisa estimulada, quando é apresentada ao eleitor uma lista de nomes, os demais candidatos que aparecem no resultado são: Wolmir Amado (PT), com 1,7%; Cíntia Dias (PSOL), com 0,7%; e Edigar Diniz (Novo), com 0,5%. André Antônio Ferreira (PROS) e Helga Martins (PCB) têm 0.3%.

Brancos e nulos totalizam 9,9%. Já os que não sabem/não responderam representam 6,5%. A margem de erro é de 2,5 pontos. O levantamento do Instituto Paraná Pesquisas foi realizada de 3 a 7 de agosto.

Se a eleição fechasse com este cenário, Caiado seria reeleito no primeiro turno. Na pesquisa divulgada no final de junho, Caiado tinha 40,8% das intenções de voto.

Outro nome que chegou a se apresentar como oposição a Caiado na disputa, Marconi Perillo (PSDB) desistiu de concorrer ao governo de Goiás. Na semana passada, durante a convenção do partido em Goiânia, o ex-governador afirmou que será candidato ao Senado.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número GO-07374/2022.

O post Paraná Pesquisas em Goiás: Caiado lidera com 46,1%; Mendanha tem 24,9% apareceu primeiro em Metrópoles.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Bolsonaro: ‘Quando se fala em estado de sítio, era proposta para ser submetida ao Parlamento’

O ex-presidente Jair Bolsonaro afirmou que a "minuta do golpe", como ficou conhecido o documento que previa a intervenção no Poder Judiciário para impedir a posse do presidente Lula e convocar novas eleições, não tratava de decretar estado de sítio no Brasil com uma canetada. Segundo ele, o documento se tratava de uma proposta que

Brasil precisa de mais testosterona, diz Nikolas Ferreira em ato pró-Bolsonaro no rio

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) disse que o Brasil precisa de "mais testosterona" e negou a necessidade de mais projetos de lei e emenda. Num discurso de pouco mais de cinco minutos, Nikolas fez ataques ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e elogiou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e o pastor Silas Malafaia.

Veto de Lula ao projeto da ‘saidinha’ será incluído na sessão de quarta, diz líder do governo

O líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), disse que o veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao projeto de lei das saídas temporárias dos presídios estará na pauta da sessão do Congresso Nacional da semana que vem.   Segundo o líder do governo, todos os vetos que já foram