TAGS

Jovem morto após ação da PM no Vale das Pedrinhas é enterrado nesta quarta (26)

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Familiares afirmam que policiais impediram saída de ônibus que seguia para enterro

O corpo de Wellington Vinícius Santos de Jesus, de 20 anos, morto a tiros na Chapada do Rio Vermelho, em Salvador, após uma ação da Polícia Militar (PM-Ba), foi enterrado na tarde desta quarta-feira (26). O sepultamento ocorreu no Cemitério Municipal de Brotas. 

Os familiares e amigos de Wellington alugaram um ônibus para irem juntos ao enterro, mas ele não pode ser usado. De acordo com o padrasto do jovem, Jânio César, o veículo foi impedido de deixar o Vale das Pedrinhas, onde estava estacionado, por policiais militares que estavam cobrindo a saída do bairro.

“Eles não deixaram o ônibus que nos levaria para o enterro sair”, disse Jânio

Os PMs foram questionados pelo grupo, mas não informaram a motivação para barrar a saída do veículo. A reportagem também entrou em contato com a Polícia Militar, que negou a denúncia e disse que o ônibus circulou normalmente. Os familiares e amigos foram para o enterro em transportes separados. O sepultamento foi marcado por emoção e desejo de justiça. 

Mistério

Segundo a PM, o jovem era um dos suspeitos que estava no interior de um carro roubado e foi baleado durante um confronto entre homens que atiraram contra a guarnição que localizou o veículo. Mas a família contesta a versão e afirma que a morte dele se tratou de um assassinato, provocado pelos policiais que o socorreram para o Hospital Geral do Estado (HGE), na noite de segunda-feira (24), quando o caso ocorreu.

Jânio César contou que o enteado havia sido atingido por um tiro na perna e socorrido para o Hospital, dentro de uma viatura da PM. Ao chegar na unidade de saúde, no entanto, ele estava morto, com sete tiros no corpo. Um deles, na cabeça.

“Ele foi colocado na mala [da viatura da PM-Ba] junto com uma menina. Porém, a menina foi logo encaminhada para o HGE e ele [Wellington] ficou sangrando no porta-malas enquanto eles andavam procurando mais alguma coisa […] Quando chegou no HGE, que tirou ele da mala do carro, ele foi socorrido com um tiro na perna e chegou lá com sete tiros. Então, ele trocou tiro dentro da viatura?”, questionou o padrasto da vítima, em entrevista ao CORREIO.

Ainda segundo Jânio, seu enteado trabalhava como mototaxista durante a manhã e como entregador em uma pizzaria, à noite. Ele era filho único e foi criado pelo padrasto desde que tinha 6 anos de idade. “A mãe dele está arrasada, sob efeito de medicamentos”, disse Jânio.

A PM não comentou sobre as declarações do padrasto de Wellington em relação aos sete tiros que o jovem recebeu, após ser socorrido na viatura. Questionada, a Polícia Civil (PC-Ba), enviou a seguinte resposta:

“Conforme ocorrência registrada no Posto Policial do Hospital Geral do Estado, um homem e uma mulher foram socorridos para unidade, por uma viatura. Eles teriam sido vítimas de disparos de arma de fogo, durante um confronto entre homens armados que deflagraram tiros contra uma guarnição da Polícia Militar, na Chapada do Rio Vermelho.  Wellington Vinícius Santos de Jesus , de 22 anos, não resistiu. Foram expedidas as guias periciais”, afirmou a nota. 
 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Acidente com ônibus no Sul baiano deixa 13 pessoas feridas

Um acidente com um ônibus no Sul da Bahia deixou 13 pessoas feridas. O fato ocorreu na madrugada desta segunda-feira (22) entre Buerarema e São José da Vitória. O veículo da empresa Água Branca tinha saído por volta das 23h30 de Itabuna, na mesma região, com destino a Vitória (ES).   Segundo o G1, 43

Prefeitura de Salvador determina desapropriação de terreno ao lado do Terreiro Casa Branca

A prefeitura de Salvador determinou a desapropriação de um terreno que fica ao lado do Terreiro Casa Branca, no bairro do Engelho Velho da Federação. O local é alvo de disputa judicial que se arrasta nos últimos anos após a construção de um prédio de forma irregular.   O decreto da gestão municipal foi publicado

Polícia Civil cumpre mandado de prisão durante ações no entorno da Micareta de Feira

Ações do Departamento Especializado de Investigações Criminais (DEIC) da Polícia Civil resultaram na prisão de um acusado de roubo, no bairro de Rua Nova, em Feira de Santana, na noite deste domingo (21). O mandado de prisão preventiva foi cumprido durante abordagens, com o objetivo de realizar levantamentos em campo sobre crimes contra o patrimônio.