Pela primeira vez, Comissão Nacional de Diversidade da OAB será presidida por uma advogada trans

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) terá, pela primeira vez, uma advogada trans no comando de uma comissão nacional da entidade. A conselheira seccional da subseção da OAB Goiás, Amanda Souto Baliza, foi empossada na presidência da Comissão Nacional de Diversidade Sexual e de Gênero.

 

Entre as propostas que pretende apresentar ao colegiado, Amanda aponta como prioridade a edição de um provimento de diversidade, documento que visa regulamentar e atualizar questões referentes à advocacia de pessoas LGBTQIA+.

 

“Já apresentei a minuta à comissão para que todos os membros possam colaborar e semana que vem apresentarei aos presidentes de comissões das seccionais para que possam também ajudar no texto. Assim que tivermos a versão final, entregarei pessoalmente ao presidente Simonetti”, disse Amanda na cerimônia de posse realizada no dia 5 de julho. “Quero dialogar com as comissões de diversidade das seccionais para que possamos construir nossas demandas juntos”, pontuou.

 

Amanda já havia sido a primeira mulher trans do país a presidir uma comissão em nível seccional e a primeira eleita para o Conselho Pleno. Segundo a presidente da comissão, nomeações como a sua, trazendo maior representatividade à OAB, “faz com que as pessoas se sintam confortáveis em buscar o sistema”.

 

“O Conselho Federal tem como bandeira ser a casa de toda a advocacia brasileira. O sistema OAB deve representar a diversidade da classe. Constituímos o primeiro Conselho Pleno paritário, colocamos em prática projetos e atualizamos o Estatuto da Advocacia para punir casos de assédio e de discrimnação com a finalidade de garantir o livre exercício da profissão a todos e todas”, explicou o presidente da OAB Nacional, Beto Simonetti.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Torcedores do Sport atacam ônibus do Fortaleza e deixam jogadores feridos

Na madrugada desta quinta-feira, 22, o ônibus que transportava a delegação do Fortaleza foi alvo de pedras e bombas ao deixar a Arena Pernambuco, na região metropolitana do Recife. Seis jogadores ficaram feridos no ataque e precisaram ser levados ao hospital, conforme informado pelo clube cearense. A direção do Fortaleza comunicou através das redes sociais

Senado aprova projeto que favorece réu em caso de empate nos tribunais superiores

O Senado aprovou projeto de lei, nesta quarta-feira (21), que favorece o réu quando houver empate em julgamentos em tribunais superiores e altera regras para expedição de habeas corpus de ofício. O PL 3453/2021, de relatoria do senador Weverton (PDT-MA), irá retornar para a Câmara dos Deputados.   O senador Weverton defendeu que o empate

CBF condena atentado contra ônibus do Fortaleza: “Lamentável e inadmissível”

Em nota divulgada na manhã desta quinta-feira (22), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) condenou o atentado contra o ônibus do Fortaleza ocorrido na noite da última quarta (21), após o jogo contra o Sport, pela Copa do Nordeste. A entidade destacou a busca por punição aos envolvidos.   "Desejo pronta recuperação a todos os