“Já vi fanatismo ser chamado de vontade de Deus,” diz Marcos Antônio sobre religião

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O polêmico e controverso cantor gospel Marcos Antônio, o “Negrão Abençoado”, movimentou as redes sociais após uma declaração.

O artista fez um comentário afirmando que existe muito fanatismo sendo chamado de “vontade de Deus”, e por conta disso não acredita mais na religião.

Na legenda, ele escreveu que “usam a religião para fazer suas próprias vontades e não a vontade de Desu,” e finalizou dizendo: “Eu prefiro a vontade de Deus”.

A declaração causou muita divergência entre os seus seguidores, mas cantor gospel acabou recebendo mais apoio do que críticas.

“É irmão mas precisa ter vida Santa, e não utilizar subterfúgio para viver uma vida carnal”, disse um internauta.

“Jesus não deixou Religião, ele pregava sobre a FÉ, parabéns Marcos Antônio”, escreveu outro.

“O maior problema com Jesus aqui na terra foi os religiosos porque Jesus falou fazia os milagres no sábado”, apoiou outro seguidor.

O veterano cantor evangélico já esteve no centro de várias polêmicas ao longo de sua trajetória, mas tem evitado os escândalos ultimamente.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Cantor Marcos Antônio (@onegraoabencoado)

The post “Já vi fanatismo ser chamado de vontade de Deus,” diz Marcos Antônio sobre religião appeared first on Fuxico Gospel.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Ex-pastor deixa a igreja para vender conteúdo adulto com a esposa

Luiz Rodrigo Gonçalves, 40, e Pamela Gabrielle Oliveira, 22, formam um casal do sul de Minas Gerais que decidiu deixar para trás as tradições religiosas para explorar um estilo de vida mais liberal, incluindo a produção de conteúdo adulto. Com um passado marcado pela religião, ambos compartilham histórias de transformação pessoal e busca por novos

Saiba quanto Malafaia vai desembolsar por ato pró-Bolsonaro na Paulista

O pastor Silas Malafaia disse ao Poder 360, detalhes sobre o planejamento e os custos do evento marcado para este domingo, 25 de fevereiro, na Avenida Paulista, em São Paulo. O ato político tem previsão de custos que variam entre R$ 90.000 e R$ 100.000, segundo o líder religioso. Malafaia, que está à frente da

Troféu Gerando Salvação é adiado e Raquel Santiago desabafa: “chorei muito”

Uma nota publicada pela pastora Raquel Santiago, principal nome do Troféu Gerando Salvação, na última sexta-feira, dia 23 de fevereiro, justificou a mudança na data do evento. Originalmente previsto para 26 de março, o evento foi transferido para 17 de setembro. Em sua publicação, Santiago relatou: “Pessoal, após passar por um procedimento cirúrgico simples e