Pastor Paulo Marcelo diz que fala de Lula sobre o Holocausto foi ‘mal colocada’

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O pastor Paulo Marcelo Schallenberger, um dos principais apoiadores evangélicos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante a campanha eleitoral de 2022, expressou críticas às recentes declarações do presidente sobre Israel e Gaza, feitas durante uma visita à Etiópia. Lula comparou as ações de Israel em Gaza ao genocídio de judeus perpetrado por Adolf Hitler, uma analogia que Schallenberger considerou “mal colocada”.

Apesar de apontar o erro na fala de Lula, o pastor defendeu o presidente, sugerindo que a reação às suas palavras foi exagerada. “Ninguém lembra que Bolsonaro recebeu a neta do general de Hitler. Uma frase mal interpretada e, claro, reconheço que mal colocada do presidente Lula gera tudo isso?”, questionou o pastor. Ele ainda fez uma distinção entre o Israel bíblico e o Israel político sob a liderança de Benjamin Netanyahu, descrevendo o atual governo israelense como “genocida”.

A declaração de Lula gerou repercussões internacionais, levando Israel a declarar o presidente brasileiro como “persona non grata”, o que indica que Lula não é mais bem-vindo no país. No cenário político nacional, um pedido de impeachment contra o presidente já reuniu mais de 120 assinaturas no Congresso Nacional.

Paulo Marcelo, que foi cotado para assumir um cargo ligado à Secretaria-Geral da Presidência com o objetivo de facilitar o diálogo com as igrejas, permanece fora do governo mais de um ano após o início da gestão de Lula.

The post Pastor Paulo Marcelo diz que fala de Lula sobre o Holocausto foi ‘mal colocada’ appeared first on Fuxico Gospel.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Exclusivo: Entenda a crise na família do apóstolo Renê Terra Nova

O apóstolo Renê Terra Nova, líder do Ministério Internacional Restauração (MIR), já não consegue esconder a crise familiar que vive em sua casa, especialmente com sua filha Agnes Terra Nova e o genro, Victor Martutchelli. No ano passado, o casal fundou sua própria igreja em Manaus, a Comunidade Cristã A Base, a partir de um

Pastor é preso por amarrar o pênis do filho de 7 anos por 3 dias após a criança urinar na cama

Em Apiacás, cidade localizada a 1.005 km de Cuiabá, Mato Grosso, um homem de 43 anos foi detido sob a acusação de torturar seu enteado de 7 anos. O caso ocorreu nesta terça-feira (23) e envolveu o uso de um barbante para punir o menino, que havia urinado na cama. O suspeito, que é pastor

Pastor será vice do genro de Lula em chapa para prefeito

Danilo Sampaio, casado com Lurian, a filha mais velha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou sua pré-candidatura à prefeitura de Barra dos Coqueiros, um município litorâneo em Sergipe com cerca de 41.000 habitantes. Em uma movimentação estratégica para fortalecer sua campanha, Sampaio escolheu como seu vice o pastor Jadson Alves, filiado ao PMN