Rússia lança foguete espacial Angara-A5 após duas tentativas frustradas

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto


angara 5

A Rússia fez nesta quinta-feira (11) o lançamento de teste de seu foguete espacial Angara-A5 pela primeira vez a partir do Cosmódromo de Vostochny, no Extremo Oriente, colocando com sucesso uma carga de teste em órbita baixa como parte de um esforço para desenvolver um novo veículo de lançamento pós-soviético. O Angara-A5 é o primeiro foguete espacial pós-soviético da Rússia, e tem como objetivo ressaltar a ambição de Moscou de ser uma grande potência espacial. Apesar de ter conseguido lançar o foguete nesta quinta, o teste já tinha sido abordado em outras duas ocasiões, na terça (9) e na quarta-feira (10), por mau funcionamento. O lançamento nesta quinta foi simbólico para Rússia. Pois na sexta (12) é comemorado o Dia do Cosmonauta, que marca quando, há 63 anos, Yuri Gagarin, da União Soviética, tornou-se o primeiro homem no espaço sideral. O foguete de três estágios de 54,5 metros, com uma massa de cerca de 773 toneladas, pode transportar cerca de 24,5 toneladas para o espaço, de acordo com o jornal Kommersant da Rússia.

*Com informações da Reuters 

 

 

 

 

 

 

 

 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Expectativa de vida mundial volta para patamar de 2012 por causa da Covid-19

Quatro anos depois de a Covid-19 ser declarada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um novo relatório foi divulgado, trazendo à luz o profundo impacto que a doença teve na expectativa de vida em todo o mundo. De acordo com o informe anual da OMS, houve uma redução significativa na expectativa de vida

Israel bombardeia Rafah apesar de ordem do Tribunal de Haia e anuncia ‘intenção’ de retomar negociações

Israel bombardeou a cidade de Rafah neste sábado (25), considerada crucial em sua guerra contra o Hamas, apesar da ordem da Corte Internacional de Justiça (CIJ) para suspender as operações na região sul da Faixa de Gaza. Testemunhas relataram bombardeios israelenses em Rafah, Khan Yunis, também no sul, e na Cidade de Gaza, no norte.

Chile: detido bombeiro suspeito de causar incêndio que matou 137 pessoas

"Foi emitido hoje [sexta-feira] um mandado de prisão contra o autor dos incêndios ocorridos em fevereiro na região de Valparaíso", declarou Eduardo Cerna, durante uma conferência de imprensa organizada após o final da investigação. O violento incêndio começou em 02 de fevereiro, em quatro focos simultâneos no Parque Natural do Lago Peñuelas, perto da cidade