TAGS

Governo lança certificado de comprovação para pessoas com deficiência

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O governo federal lançou hoje (21) o Cadastro-Inclusão, ferramenta que possibilitará a emissão de um certificado para comprovar a situação de pessoas com deficiência. Desta forma, o cidadão não precisará reunir diversos documentos para ter acesso a políticas públicas. A certidão estará disponível a partir de amanhã (22), por meio do aplicativo Meu INSS.ebcebc

O cadastro foi lançado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado nesta segunda-feira. O evento contou com a presença da ministra Damares Alves e a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

A ferramenta que será disponibilizada terá o objetivo de armazenar informações de pessoas com deficiência em todo o país para reduzir a burocracia no requerimento de benefícios, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de atestados para concursos públicos.

Segundo a ministra Damares Alves, a medida terá grande impacto para população.

“Vocês que moram na cidade não entenderam a importância disso. Já pensou em uma pessoa que mora em Melgaço, na Ilha do Marajó, três dias de barco para chegar até Belém, que mora no final da Amazônia. Nós temos cidades que são sete dias de barco para chegar até a capital. Ela vai poder ter seu cadastro dessa forma [no celular]”, comentou.

A ferramenta foi idealizada em parceria com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Dataprev e o Ministério da Economia.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Chefe da diplomacia da UE diz esperar proposta de países árabes para cessar-fogo em Gaza

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borell, afirmou nesta quinta-feira (22) esperar uma proposta de países árabes para um cessar-fogo na guerra Israel-Hamas. Ele afirma que representantes dessas nações estão negociando os termos da proposta de forma antecipada com os Estados Unidos para que não haja um

Índia proíbe venda de algodão doce por possuir substância cancerígena

Alguns estados da Índia estão proibindo a venda de algodão doce. O motivo? Um estudo concluiu que o produto possui uma substância cancerígena, a Rodamina-B. No início deste mês, o território da união de Puducherry proibiu a venda do doce, enquanto outros estados começaram a testar amostras do mesmo. Na semana passada, foi a vez

Navio bate, derruba ponte e mata ao menos 5 na China

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cinco pessoas morreram após a colisão de uma embarcação com uma ponte na região de Guangzhou, no sul da China. Parte da estrutura colapsou, e veículos que transitavam caíram na água, segundo autoridades. O navio porta-contêineres navegava entre as cidades de Foshan e Guangzhou e bateu na ponte Lixinsha às