Comissão da Câmara aprova audiência pública para debater Barbie trans

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

A Comissão de Seguridade Social e Família, da Câmara dos Deputados, aprovou, nesta quarta-feira (1), um requerimento do deputado Otoni de Paula (MDB-RJ) para a realização de uma audiência pública para debater sobre a nova edição especial da boneca Barbie, lançada em homenagem à atriz transexual americana Laverne Cox.

De acordo com o texto do requerimento, a audiência servirá para debater sobre as ‘implicações psicossociais em crianças em decorrência da versão da boneca Barbie com órgão sexual masculino�??. Ottoni, autor do pedido, alegou que brinquedo serviria como instrumento para ‘confundir as crianças sobre a natureza dos gêneros masculino-feminino�??.

Além disso, o deputado também pediu para que a Comissão convoque um representante da fabricante Mattel, responsável pela confecção do brinquedo, acompanhado de um integrante do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Otoni é vice-líder na Câmara e considerado um forte aliado de Jair Bolsonaro.

O requerimento recebeu o apoio do deputado pastor Sargento Isidório (AVANTE-BA), que afirmou que a boneca seria uma �??perversão contra as crianças�??. �??�? um absurdo o nosso país, com tanta coisa séria para cuidar, resolver, querer fazer fantasia, prejudicando as nossas crianças [�?�] é procedência maligna�?�, declarou Isidório.

Já a deputada Vivi Reis (PSOL-PA) entrou na discussão do requerimento e considerou o pedido �??absurdo, incabível e fake news�??. A deputada argumentou que as bonecas Barbie não são feitas com nenhuma representação de órgão genital, seja ele feminino ou masculino, no caso dos bonecos Ken. �??Então querer falar isso é querer distorcer a discussão e querer trazer para essa comissão um debate sem fundamento e baseado em fake news�?�, afirmou Vivi. Ela ainda disse que essa é uma tentativa de querer desviar a atenção dos reais problemas do país.

Assim como as linhas regulares de brinquedos ligados à Barbie, a boneca em homenagem a atriz não possui detalhes em sua confecção que remetam ou façam alusão a genitálias.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Bolsonaro pode ser preso se incitar crime durante ato no domingo na avenida Paulista

(FOLHAPRESS) - Jair Bolsonaro (PL) pode ser preso se fizer apologia ou incitação ao crime durante manifestação convocada por ele na avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (25), afirmam especialistas. Os profissionais, entretanto, divergem sobre se a mera convocação do ato já poderia ensejar uma prisão preventiva, uma vez que o ex-presidente é investigado

Lula escolhe novo juiz, e TRE-PR deve marcar data do julgamento de Moro

(FOLHAPRESS) - O presidente Lula (PT) escolheu o advogado José Rodrigo Sade para a cadeira de juiz do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná, corte que julgará o senador Sergio Moro (União Brasil) em um processo com pedido de cassação movido pelo PT e pelo PL. A nomeação de Sade, que figurava em uma lista

STF vê ‘omissão’ e torna réus oficiais da antiga cúpula da PM do DF

O Supremo Tribunal Federal colocou no banco dos réus sete oficiais da antiga cúpula da Polícia Militar do Distrito Federal acusados pela Procuradoria-Geral da República de omissão ante os atos golpistas de 8 de janeiro. Para a PGR, a conduta dos agentes favoreceu a invasão e a depredação dos prédios dos três Poderes em Brasília.