Justiça barra credores de usar mesmos procuradores da Samarco

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
O juiz da 2a Vara Empresarial de Belo Horizonte, Adilon Cláver de Resende, proibiu, em decisão nesta sexta-feira (10/6), que as empresas De Lacerda Sociedade de Advogados e Negotiatos Assessoria Empresarial realizem qualquer comunicado junto aos credores da Samarco. 
A decisão ocorreu em resposta a uma petição apresentada pela própria Samarco. As duas empresas vinham atuando como proxy hunters (procuradores) da mineradora, mas estariam, ao mesmo tempo, tentando obter adesões ao plano alternativo de reestruturação apresentado pelos credores financeiros sem, no entanto, esclarecer em nome de quem estavam atuando. 
Na decisão, a Justiça diz que “a Recuperanda (a Samarco) noticiou fatos graves em relação às empresas De Lacerda Sociedade de Advogados e Negotiatos-3 Assessoria Empresarial”, determinando, em seguida, que as duas empresas forneçam informações, no prazo de 48 horas, esclarecendo sua atuação no processo, bem como a quem prestam serviços, devendo se abster de fazer contato com os credores “até que sejam esclarecidas as questões apresentadas pela Samarco.”
Segundo fontes próximas ao processo, as duas empresas estavam induzindo os demais credores da Samarco a erro. A mineradora orienta os credores que receberem contato da De Lacerda Sociedade de Advogados ou da Negotiatos a comunicar à própria Justiça ou aos Administradores Judiciais.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Dólar à vista tem queda significativa e fecha em R$ 5,16

O dólar à vista teve uma queda significativa nesta segunda-feira (22) e fechou o dia em R$ 5,1687, com baixa de 0,59%. Na máxima, pela manhã, chegou a R$ 5,2181, mas depois se firmou em baixa ao longo da tarde. Assim, a moeda norte-americana atingiu os menores níveis em mais de uma semana. A Petrobras

Polícia Federal investiga invasão hacker e desvio de dinheiro no sistema de pagamentos da União

A Polícia Federal está investigando uma possível invasão ao sistema de pagamentos da União, onde criminosos teriam desviado dinheiro de contas públicas. Ainda não foi divulgado o valor total retirado das contas, mas as autoridades acreditam que os hackers utilizaram cadastros autorizados para realizar os pagamentos fraudulentos. O episódio ocorreu em abril. A PF suspeita

INSS inicia pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciou o pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios, a partir desta quarta-feira (24). Ao todo, 33,6 milhões de segurados estão aptos a receber essa renda extra. A gratificação natalina é disponibilizada juntamente com o benefício mensal e recebem primeiro os