”Maravilhado” com Joe Biden

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 3 minutos
Brasília �?? No segundo dia de sua participação na Cúpula das Américas, em Los Angeles (EUA), o presidente Jair Bolsonaro disse ter ficado �??maravilhado�?� com o presidente dos EUA, Joe Biden, com quem teve encontro bilateral na quinta-feira. �??A experiência com ele foi simplesmente fantástica. Estou realmente maravilhado e acreditando nas suas palavras e naquilo que foi tratado reservadamente entre nós�?�, afirmou. �??Senti muita sinceridade e muita vontade em resolver certos problemas que fogem de total responsabilidade de cada um de nós, mas juntos poderemos buscar alternativas para pôr um fim nesses conflitos�?�, disse ele, sem deixar claro se o conflito em questão seria entre Rússia e Ucrânia. Bolsonaro é admirador do ex-presidente Donald Trump, que perdeu a eleição para Biden. Inclusive, demorou 35 dias para cumprimentar o novo presidente e levantou dúvidas sobre o processo eleitoral americano.
Em conversa com jornalistas, ele disse também: �??Até a minha própria conversa com Joe Biden foi muito boa. Ficamos sentados a menos de um metro de distância, olho no olho, por 30 minutos e sem máscara, e foi uma conversa bastante franca. Muita coisa técnica, estratégicas que infelizmente vocês não vão tomar conhecimento. Mas é muito bom para mais que Brasil e os Estados Unidos. �? muito bom para o  mundo a nossa conversa.
Ainda ontem, Bolsonaro comentou os projetos de redução do preço dos combustíveis que tramitam no Congresso Nacional. Primeiro, citou o Projeto de Lei Complementar (PLP) 18/2022, que deve ser votado segunda-feira, no Senado. A medida estabelece um teto de 17% para os bens essenciais (combustíveis, eletricidade, transporte e comunicações). Além disso, para reduzir o impacto nas contas dos estados, foi protocolada esta semana a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Combustíveis, do governo federal. �??Já tem uma PEC apresentada por nós, onde vamos propor reduzir também imposto de combustíveis, e a diferença desse imposto que vai ser reduzido dos combustíveis, caso a redução seja em cima do ICMS, vamos pagar essa parte para os senhores governadores. Está bastante adiantado isso aí, espero que vá para a frente. Tem tudo para ir pra frente, para diminuirmos o preço de diesel, gasolina e álcool no Brasil�?�, afirmou Bolsonaro.
Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social tomadas por governadores e prefeitos durante a pandemia de COVID-19, devido aos impactos na economia. �??Dois anos depois, como é que está o mundo? Inflação de alimentos, também potencializada pela guerra da Rússia e da Ucrânia. Mas basicamente quando se obrigou a ficar em casa, sob o lema ‘fique em casa, a economia a gente vê depois’, estamos vendo as consequências agora, é o que está acontecendo no Brasil e no mundo todo�?�, reclamou.

REDES SOCIAIS

Bolsonaro comemorou o avanço do Brasil na meta de ingresso na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Por meio das redes sociais, ele disse que o país está �??deixando para trás as alianças com ditaduras socialistas e consolidando parcerias benéficas para nossa nação�?�. �??A OCDE, que reúne países comprometidos com a democracia e com as melhores práticas de governo, aprovou hoje o plano para o nosso ingresso na entidade. �? o Brasil deixando para trás as alianças com ditaduras socialistas e consolidando parcerias benéficas para nossa nação�?�, escreveu.
�??Trabalhamos duro para viabilizar nossa entrada na entidade, reunimos apoio de todos os países-membros e estamos finalmente sendo reconhecidos. Este avanço, que cresceu no meu governo, demonstra mais uma vez a discrepância entre as narrativas de parte da imprensa e a realidade�?�, completou. O comitê do conselho da Organização aprovou nessa sexta um documento contendo o cronograma de adesão. Porém, o caminho ainda é longo e o trâmite deve levar de três a cinco anos, pois ainda faltam requisitos que o país deve cumprir para se tornar membro.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Moraes arquiva ação de suposto asilo de Bolsonaro na Embaixada da Hungria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes concluiu que não há evidências que comprovem que Jair Bolsonaro (PL) buscou asilo na Embaixada da Hungria, em Brasília, em fevereiro deste ano. Como revelou o The New York Times, o ex-presidente passou dois dias na missão diplomática em Brasília

Projeto que libera estados legislarem sobre armas avança na Câmara

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (24) um projeto de lei complementar que concede poderes aos estados para formular leis e flexibilizar as atuais regras de porte de armas, num revés para o governo Lula (PT). De autoria da presidente da

AGU pede inquérito sobre divulgação de decisões sigilosas no X de Elon Musk

A Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou nesta terça-feira, 23, uma notícia de fato ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre publicações do ativista e jornalista norte-americano Michael Shellenberger no X. Shellenberger divulgou arquivos do chamado "Twitter Files" - documentos internos vazados pelo empresário Elon Musk depois que ele comprou a rede social, incluindo trocas de e-mails