Sebrae lança Campanha Nacional de Renegociação de Dívidas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O Serviço Brasileiro de de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lançou hoje (3) campanha para apoiar os pequenos negócios que tenham empréstimos com parcelas em atraso. Podem aderir também aquelas que estiverem com garantia do Fundo de Aval do Sebrae (Fampe). A proposta é oferecer melhores condições aos micro e pequenos negócios para renegociar dívidas e voltar à normalidade dos fluxos de pagamento.ebcebc

A campanha inclui um ciclo de palestras online no canal do Sebrae no Youtube, de 6 a 10 de junho. Ao longo de todo o mês, o Sebrae oferecerá orientação financeira às empresas que queiram readequar seu fluxo de caixa às nova condições do empréstimo. Segundo o Sebrae, a estimativa é beneficiar cerca de 14 mil empresas entre microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte.

A Campanha Nacional de Renegociação de Dívidas conta com o apoio de instituições parceiras como Banco do Brasil, Caixa, Serasa, Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul, Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro, Agência de Desenvolvimento do Estado de São Paulo, Agência de Desenvolvimento do Estado de Goiás, Sociedade de Crédito Direto �?? ACCrédito e Banco Original.

Segundo o gerente de Capitalização e Serviços Financeiros do Sebrae, Caetano Minchilo, a campanha vem em um momento em que a inadimplência das empresas da base do Sebrae junto ao Fampe ainda não cresceu frente ao mercado e, por isso, a ideia é manter os números nesses patamares.

“O que queremos é manter a adimplência, conseguir dar para esses pequenos negócios que têm uma parcela grande do seu faturamento comprometida com parcelas de crédito uma oportunidade de alocação dessas dívidas para que esse impacto frente ao seu faturamento mensal seja menor”, afirmou.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Polícia Federal investiga invasão hacker e desvio de dinheiro no sistema de pagamentos da União

A Polícia Federal está investigando uma possível invasão ao sistema de pagamentos da União, onde criminosos teriam desviado dinheiro de contas públicas. Ainda não foi divulgado o valor total retirado das contas, mas as autoridades acreditam que os hackers utilizaram cadastros autorizados para realizar os pagamentos fraudulentos. O episódio ocorreu em abril. A PF suspeita

INSS inicia pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciou o pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados, pensionistas e beneficiários de auxílios, a partir desta quarta-feira (24). Ao todo, 33,6 milhões de segurados estão aptos a receber essa renda extra. A gratificação natalina é disponibilizada juntamente com o benefício mensal e recebem primeiro os

Governo federal lança programa para estimular o crédito para baixa renda e renegociar dívidas de MEIs

O governo federal anunciou nesta segunda-feira (22) o lançamento do Programa Acredita, que tem como objetivo reestruturar o mercado de crédito no Brasil. Dividido em quatro eixos, o programa visa estimular a geração de renda e emprego, além de promover o crescimento econômico no país. Para isso, inclui medidas para o microcrédito destinado a famílias