Bolsonaro pede que DiCaprio ‘pare de espalhar fake news’

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O presidente Jair Bolsonaro afirmou no Twitter que o ator Leonardo DiCaprio vai se tornar seu “melhor cabo eleitoral”. Ele respondeu uma postagem do americano feita na terça-feira (26/7) sobre o avanço das queimadas na Amazônia nos últimos três anos.

“Adoraríamos vê-lo parar de espalhar informações erradas”, postou o mandatário em publicação que mostra um mapa elaborado com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Na thread, o presidente disse que o ator deve parar de espalhar informações falsas e citou Greta “Timberlake”, confundindo o sobrenome da ativista ambiental sueca Greta Thunberg com o do cantor Justin Timberlake.

Segundo Bolsonaro, DiCaprio deveria abrir mão do seu iate antes de dar uma “palestra ao mundo” e que a ativista Greta Thunberg gritaria com ele se o visse fazendo um churrasco.

DiCaprio

Leonardo DiCaprio compartilhou em seu perfil no Twitter um mapa sobre o desmatamento no Brasil. O conteúdo de 15 segundos do @mapbiomas indica expansão especialmente nos estados do Amazonas, Pará, Acre e Rondônia.

“Qual a extensão do desmatamento na Amazônia, um dos lugares mais importantes do planeta para pessoas e vida selvagem? De acordo com este mapa revelador do @mapbiomas somente nos últimos 3 anos a região foi duramente atingida pelo desmatamento ilegal nas mãos da indústria extrativa”.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Padilha diz que governo trabalha para liberar parte dos R$ 5,6 bi em emendas vetados por Lula

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Responsável pela articulação política do governo, o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), afirmou nesta segunda-feira (22) que trabalha em uma proposta para liberar parte dos R$ 5,6 bilhões em emendas de comissão vetados pelo presidente Lula (PT). "Estamos construindo uma proposta de poder ajustar, até a sessão

Lula diz que é preciso criar um telefone para as pessoas reclamarem do governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta segunda-feira, 22, que o governo precisa criar um telefone para que as pessoas possam "se queixar se as coisas não estão acontecendo". A declaração ocorreu no lançamento do programa Acredita, um pacote de medidas que prevê crédito e renegociação de dívidas para os pequenos negócios

É muito importante que Congresso aprove lei das fake news e lei que regula IA, diz Lewandowski

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, defendeu a aprovação do projeto de lei das fake news, que regula a atuação das plataformas digitais no País, e o da regulamentação da Inteligência Artificial. "A mim me parece muito importante que Congresso aprove lei das fake news e a lei que regula Inteligência Artificial