Cidade da Música da Bahia tem entrada gratuita até este sábado (1º)

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

2021 09 22 Cidade da Musica da Bahia Foto Betto Jr 52

A Cidade da Música da Bahia vai celebrar seu primeiro aniversário de funcionamento com entrada gratuita a partir desta terça-feira (27) até o sábado (1º). O espaço, que fica perto do Mercado Modelo, no Comércio, pode ser visitado das 10h às 18h, com entrada até 17h. Não é preciso agendamento, mas o acesso é limitado à capacidade de 250 pessoas. 

O local é composto por bibliotecas, midiateca, centro de pesquisa, cafeteria, recursos audiovisuais, telas de projeção, estúdio para gravação, cabines de vidro, cenografias, uma sala de karaokê, dentre outros serviços. O museu de quase 2 mil m², dividido em quatro pavimentos e um acervo cultural para contar a história musical da Bahia com bastante interatividade.

No primeiro andar, os visitantes podem ver a exposição �??A Cidade de Salvador e Sua Música�?�, que retrata bairros da cidade e suas músicas, histórias, depoimentos e novas tendências. O local dispõe de recursos audiovisuais através de uma grande maquete interativa, três grandes telas de projeção, estações de consulta e estúdio para gravação de depoimentos.

O segundo andar, por sua vez, possui na ambientação o tema da Tropicália, com ilustrações gigantes de fragmentos da pintura modernista de Genaro de Carvalho. O local abriga a exposição �??História da Música na Bahia�?�, com nove cabines de vídeos, além de três salas. Uma delas é intitulada �??A Magia da Orquestra�?� e exibe conteúdo voltado para a música clássica, mostrando como funciona uma orquestra passo a passo, quais os instrumentos a compõem e vídeo gravado com a Orquestra Sinfônica da Bahia.

A sala �??A Nova Música da Cidade�?� traz experiência imersiva com grande tela de 80 polegadas, onde passam vídeos com grupos novos, cantores em ascensão e grupos periféricos de música. O sistema de iluminação deste local acompanha as luzes do show ou clipe, dando a sensação ao visitante de que ele está dentro da tela.

Já a sala �??Quem Faz a Música da Bahia�?� é equipada com uma grande tela na qual são exibidos 260 depoimentos das pessoas mais importantes e representativas da música baiana. Lá, o público também tem acesso a uma edição dinâmica do vídeo em forma de roda de conversa, de maneira a ter um conteúdo interessante em qualquer momento que se entra nela.

O terceiro e último andar da Cidade da Música da Bahia possui três estúdios de gravação de clipes karaokê e, ao final, tem seu clipe pronto para postar em redes sociais e, ainda, passa a fazer parte do acervo. A sala do �??Rap e Trap, poesia consciente�?� mostra vídeos de vários rappers, trappers e poetas de todo o Brasil, em especial os artistas jovens da Bahia, e possui um pequeno tablado no qual o visitante pode recitar seu rap ou poesia. Quiz Game com perguntas e respostas sobre a música baiana, estações para exibição de documentários e set de percussão com estúdio de gravação fecham os atrativos deste andar.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Troféu Gerando Salvação é adiado e Raquel Santiago desabafa: “chorei muito”

Uma nota publicada pela pastora Raquel Santiago, principal nome do Troféu Gerando Salvação, na última sexta-feira, dia 23 de fevereiro, justificou a mudança na data do evento. Originalmente previsto para 26 de março, o evento foi transferido para 17 de setembro. Em sua publicação, Santiago relatou: “Pessoal, após passar por um procedimento cirúrgico simples e

Pastor sortudo ganha R$2,4 milhões em raspadinha, mas esquece o bilhete na loja

Kevin Frey, um pastor de 64 anos da Trinity Lutheran Church em Nova Hampshire, teve uma reviravolta de sorte ao ganhar $500 mil (aproximadamente R$2,4 milhões na cotação atual) em uma raspadinha. A vitória, contudo, quase se tornou uma história de perda, pois o pastor esqueceu o bilhete premiado na loja onde o comprou, conforme

Pastor Anderson Silva é chamado de “esquerdista” após pedir que evangélicos não participem de ato bolsonarista.

Agora foi a vez de o pastor Anderson Silva enfrentar a fúria dos bolsonaristas, mesmo ele tendo dado claros sinais de que sempre defendeu Bolsonaro e a turma do “se não o PT volta”. Depois de gravar um vídeo aconselhando evangélicos a não participarem de um ato programado para o próximo dia 25 na Paulista