BH segue gelada neste fim de semana; veja as mínimas e as máximas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

 

A temperatura despencou em Belo Horizonte e nas regiões ao Sul de Minas Gerais no decorrer desta semana. O frio fez os mineiros tirarem os agasalhos do guarda-roupa na quinta-feira e ontem. E quem sonhou com uma trégua do “gelo” para aproveitar uma piscina ou um sorvete com a volta do calor neste fim de semana tende a se frustrar. O frio continua hoje e amanhã, preveem os meteorologistas.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o céu hoje ficará parcialmente nublado em BH e sua região metropolitana, com temperaturas ainda baixas. A mínima pode cair a 9ºC, o que significa bater o terceiro recorde do indicador para o mês desde em três dias. A máxima deve atingir os 25ºC. Já a umidade relativa do ar deverá girar, na parte da tarde, em torno de 30% –  no limite do alerta amarelo, segundo a Organização Mundial de Saúde.

 

 

 

Na quinta-feira, termômetros na capital mineira marcaram 11,1°C. Ontem, a mínima baixou para 10,4°C. As temperaturas foram registradas na Estação Cercadinho, na Região Oeste da capital. A baixa é atípica para novembro, o terceiro mês da primavera. O verão começará em 21 de dezembro.

 

Leia também: Com céu claro, BH bate 3º recorde de frio em novembro neste sábado (5) 

 

“Esse frio se deve à presença de uma massa de ar frio polar sobre o estado de Minas Gerais, que provoca o declínio na temperatura”, explica Claudemir de Azevedo, meteorologista do 5º Distrito de Meteorologia do Inmet.

 

Amanhã, o céu continua parcialmente nublado, com a temperatura mínima em 10oC e a máxima em 25oC. Já a chuva não deve dar as caras na Grande BH. A previsão indica que as temperaturas voltam a subir na segunda-feira.

 

INTERIOR No Norte de Minas Gerais e no Vale do Jequitinhonha, o céu estará de nublado a parcialmente nublado, com chance de chuvas isoladas hoje. No Sul, a temperatura mínima é de 6oC. No Triângulo, a máxima gira em torno dos 25oC.

 

No domingo, a população vai conviver com a possibilidade de pancadas de chuva isoladas nas regiões Noroeste, Central, Sul, Campo das Vertentes, Zona da Mata e Triângulo Mineiro. Nas demais zonas, o céu permanece parcialmente nublado. A mínima será de 6°C, no Sul, e a máxima de 30°C, no Norte.

 

Com o frio e outras condições climáticas, torna-se comum o registro de sensações térmicas que podem marcar temperaturas abaixo de zero. Na madrugada de quinta-feira, por exemplo, a sensação chegou a -13,5°C. Ontem, às 5h, a -12,3°C.

 

O cálculo da sensação térmica pode variar em cada serviço meteorológico. O Inmet utiliza o Índice Termoclimático Universal  (UTCI, do inglês Universal Thermal Climate Index), criado pela Organização Mundial da Meteorologia (OMM), que combina variáveis como temperatura, vento e umidade do ar com fatores metabólicos do corpo humano, além de vestimentas.

 

* Estagiários sob supervisão do subeditor Rafael Arruda 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Feriadão com chuvas exige atenção em dobro nas estradas

Os mineiros que pretendem sair do estado ou viajar por Minas para aproveitar o feriado prolongado de Finados vão encontrar estradas mais cheias a partir de hoje. A movimentação exige atenção redobrada, seja nos trechos historicamente perigosos (confira quadro), seja naqueles aparentemente mais tranquilos. A atenção deve ser redobrada nas retas, nos trechos com buracos

Onde a morte não é o fim da vida

  O Museu de Ciências Morfológicas (MCM) da UFMG é responsável pela extensão entre o estudo de células, embriões, tecidos e anatomia com toda a comunidade da capital. Fundado há 27 anos pela professora Maria das Graças Ribeiro, o museu é focado no ser humano, com a maioria da exposição sendo composta por materiais reais.

Chuva: Sete Lagoas registra alagamentos e pessoas desalojadas

O município de Sete Lagoas, na Região Metropolitana de BH, foi atingido por fortes chuvas no fim da tarde desta terça-feira (31/10). Há registro de moradores desalojados e alagamento em muitas avenidas. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma pessoa chegou a ficar ilhada, porém, conseguiu sair do local sozinha.  Cerca de dez casas, localizadas no