Morre no Irã o guepardo asiático ‘Vitorioso’ , um dos últimos de sua espécie

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Pirouz nasceu em cativeiro e foi o único dos três que conseguiu sobreviver; animal terrestre mais rápido do mundo corre risco de extinção e só exitem 12 na natureza

Anita/Pixabay

guepardo

Morreu nesta terça-feira, 28, no Irã, em decorrência de um problema renal, o último sobrevivente de três guepardos asiáticos nascidos em cativeiro. “Pirouz, que foi internado na quinta-feira na Clínica Veterinária Central por um problema renal, morreu depois de uma diálise”, informou a agência estatal IRNA. O guepardo asiático é uma espécie em sério risco de extinção. “A perda de Pirouz e o fracasso dos esforços da equipe de atendimento nos últimos dias para salvar o animal entristecem a mim e a todos os meus colegas. Pedimos desculpas a todos por não termos conseguido mantê-lo com vida”, disse Omid Moradi, diretor da clínica. Pirouz, que em persa significa “vitorioso”, se tornou motivo de orgulho nacional desde seu nascimento em maio de 2022 em um refúgio de vida silvestre no nordeste do Irã. Outros dois guepardos que nasceram com ele morreram poucos meses depois. Atualmente, restam apenas uma dúzia de exemplares da espécie na natureza. O guepardo asiático foi classificado como gravemente ameaçado e enfrenta um “perigoso declínio”, segundo a União Internacional de Conservação da Natureza (UICN). É o animal terrestre mais rápido do mundo, capaz de alcança a velocidade de 120 quilômetros por hora. Os guepardos, também chamados de chitas, já viveram do leste da Índia até a costa atlântica do Senegal. Ainda são encontrados em partes do sul da África, mas praticamente desapareceram do norte da África e Ásia. O Irã anunciou em 2001 um programa apoiado pela ONU para proteger os guepardos.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Gripe aviária: OMS quer rede mundial e alerta para “potencial epidêmico”

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta quarta-feira (25), para a importância de criar redes mundiais de detenção do vírus H5N1, que causa a gripe aviária, e que tem vindo criar alertas. Segundo a epidemiologista Maria Van Kerkhove, apesar de a rede de vigilância das aves já estar muito desenvolvida, "o que realmente precisamos

Milão proíbe venda de sorvetes e bebidas nas ruas após a meia-noite

A cidade de Milão, na Itália, implementou uma nova legislação que restringe a venda de sorvetes e bebidas que possam ser consumidos nas ruas depois da meia-noite, após excesso de reclamações de moradores sobre o barulho e a agitação noturna. Citado por jornal italiano, o vereador Marco Granelli disse que a lei foi criada visando

Mulher fica em estado grave após beber café com insetos em aeroporto

Uma funcionária de uma companhia aérea ficou em estado considerado grave depois de beber café de uma máquina de venda automática, que continha insetos no seu interior. O caso ocorreu na segunda-feira (22), no aeroporto de Palma, em Espanha. O sucedido foi denunciado à delegacia policial no aeroporto, de acordo com a imprensa espanhola. A