Feriadão com chuvas exige atenção em dobro nas estradas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 4 minutos
Os mineiros que pretendem sair do estado ou viajar por Minas para aproveitar o feriado prolongado de Finados vão encontrar estradas mais cheias a partir de hoje. A movimentação exige atenção redobrada, seja nos trechos historicamente perigosos (confira quadro), seja naqueles aparentemente mais tranquilos. A atenção deve ser redobrada nas retas, nos trechos com buracos e às pistas simples, palcos de constantes acidentes, cita especialista ouvido pelo Estado de Minas. Na fórmula do perigo entram também as chuvas, que exigem controle especial para evitar a perigosa aquaplanagem. E as pancadas de chuvas podem chegar a qualquer momento nos próximos dias na Região Metropolitana de Belo Horizonte e em grande parte do território mineiro, de acordo com previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).
 
A Via 040, concessionária da BR-040, uma das rodovias federais mais movimentadas em Minas Gerais, estima aumento de aproximadamente 20% do tráfego em comparação aos dias normais. A previsão é de 606 mil veículos circulando até domingo (5/11). Para garantir a fluidez do trânsito e a segurança de motoristas, a empresa informa que vai reforçar o quadro de equipes e de viaturas, e não fará interdições para obras nos horários de tráfego mais intenso. Além disso, reforça que durante o período do feriado qualquer obra programada que possa interditar a rodovia será paralisada.
 
 
 
Já a Arteris Fernão Dias, responsável pelo trecho de Contagem, na Grande BH, a Guarulhos, em São Paulo, da BR-381, prevê que mais de 1,2 milhão de veículos passem pela rodovia entre 1° e 5 de novembro. Por meio da Operação Feriado Seguro, a concessionária vai promover ações para tentar evitar acidentes e consequentes mortes na rodovia. “Para garantir uma viagem segura, visando a redução de acidentes, realizamos a campanha com a conscientização de todas as equipes das bases operacionais, praças de pedágios e Centro de Controle Operacional sobre as ações propostas”, explica o gerente de Operações da concessionária, Edivaldo Braga.
 
Serão utilizados painéis digitais de mensagem fixos, além de sinalização com cones em pontos específicos com maior risco de acidentes, visando à redução de velocidade. “A recomendação é que o motorista verifique as condições do veículo antes de viajar, programe seus horários de saída e retorno e obedeça à sinalização nas vias para garantir uma viagem em segurança”, destaca Braga.

PONTOS DE ATENÇÃO

O especialista em trânsito Agmar Bento alerta que os trechos mais críticos são aqueles com longas retas, onde o motorista, geralmente trafega em alta velocidade, perde o foco da atenção facilmente e pode ficar sem o controle do veículo, o que pode levar a acidentes.
 
O motorista também deve redobrar a atenção em trechos das rodovias que apresentam buracos.  “Acontece de o motorista se desviar de buracos e colidir no carro do lado ou perder o controle do veículo. Ele ainda pode ‘rasgar’ os pneus ou atingir a contramão”, alerta. Em caso de buracos na pista, a recomendação de Bento é diminuir a velocidade para que o motorista possa se desviar deles de forma segura.
 
Eventuais chuvas também exigem atenção redobrada. “Em condições de chuva é necessário atenção e, em muitos casos, não é possível dirigir na velocidade regulamentada. Então, o motorista precisa ficar atento à velocidade de segurança”, orienta Bento. O especialista explica que velocidade de segurança é aquela em que o motorista dirige de maneira que consiga agir de forma segura a ponto de evitar um acidente, por exemplo.
 
 
 
Ele cita um trecho de rodovia em que a velocidade regulamentada é de 110km/h. “Em caso de chuva, o motorista precisa reduzir a velocidade, pois existe a possibilidade de aquaplanagem”, explica.
Para evitar que isso ocorra, a orientação do especialista é que o motorista confira se consegue ver pelo retrovisor as marcas dos dois pneus no asfalto.  “Se ele não visualizar essa marca é sinal que a velocidade está alta. Quanto maior a velocidade, menos marca o pneu fará no asfalto molhado.”
 
Bento orienta ainda que os motoristas tenham mais atenção às rodovias com pista simples, por serem mais perigosas. “Esse tipo de rodovia permite ao motorista fazer ultrapassagem pela pista no sentido contrário, isso aumenta muito as colisões dianteiras, entre veículos em sentidos opostos.”
Quando ocorre um acidente nesse tipo de trecho, segundo ele, os veículos podem atingir a pista contrária e e outros carros terminarem envolvidos no acidente. O especialista lembra também que no período noturno, o farol do sentido oposto provoca muito desconforto aos motoristas. “Isso acontece nas rodovias de pista dupla também, mas em menor intensidade.”
Os condutores devem ficar atentos também quando estiverem trafegando em rodovias que passam por áreas urbanas. Segundo ele, nesses casos, a velocidade precisa ser diminuída de acordo com a sinalização recomendada. “É muito comum atropelamentos nestes trechos devido à presença de pedestres”, diz.

ANTES DE SAIR

A prevenção contra acidentes deve começar antes da viagem. A orientação é que o motorista planeje a viagem com antecedência. “Faça a manutenção no veículo, verifique freios, pneus, faróis e limpador de para-brisa”, lista Bento. Ele lembra que o uso do cinto de segurança é obrigatório, inclusive no banco de trás. “Quem for viajar com crianças precisa colocá-las em cadeirinhas e é necessária a elevação de acentos. Mesmo sendo facultativo, esse dispositivo é muito eficiente em caso de colisão e/ou freadas bruscas”, frisa;
 
As malas também exigem atenção. Elas devem ser armazenadas apenas no bagageiro. Colocar bagagem no interior do veículo é proibido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), segundo o especialista. “Em caso de colisão ou freada brusca, os objetos podem machucar ou ferir os ocupantes”, alerta.
 
Um período de descanso deve ser respeitado em caso de viagens longas. De acordo com Bento, é recomendado que o motorista dirija por, no máximo, cinco horas seguidas. Se atingir esse limite, é preciso uma pausa para descansar ou fazer revezamento com outros condutores.
E nunca é demais reforçar: não dirija após ingerir bebidas alcoólicas e somente faça ultrapassagens em local onde é permitido e com condições do tráfego favoráveis para a manobra.  
 
 

image

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Pastor acusado de escravizar dependentes químicos é preso pela PF

Na última terça-feira, dia 27 de fevereiro, a Polícia Federal (PF) deu início à Operação Cativos, visando desarticular uma rede de exploração de trabalho em condições análogas à de escravidão. O foco da operação foi um instituto de reabilitação para dependentes químicos situado em Itacoatiara, no interior do Amazonas. Investigações preliminares indicaram que indivíduos à

Samuel Mariano visita presídio e ora com presos na Paraíba

Na contramão do glamouroso mundo gospel, Samuel Mariano continua mostrando seu lado social, uma característica que marca seu ministério e faz dele um dos poucos artistas gospel a desempenhar um trabalho evangelístico importante no país. Essa semana, ele publicou alguns registros fotográficos de sua visita a um presídio na Paraíba. Nas imagens é possível ver

Um ano após trair esposa com mulher de obreiro, pastor casa outra vez e retoma ministério

Chegou ao fim o exílio do pastor Leonardo Figueiredo, famoso nas redes sociais por seus vídeos motivacionais, que voltou a assumir a igreja Assembleia de Deus Jesus do Lado de Dentro, em Belford Roxo – RJ. O culto de reconciliação, que aconteceu nesta terça-feira (27), foi marcado por muito choro e até ressentimento por parte