Carreta desgovernada atinge 12 veículos estacionados no MA. Veja vídeo

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Uma carreta desgovernada atingiu, na manhã deste sábado (27/4), 11 carros e uma motocicleta que estavam estacionados em frente ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na BR-135, em São Luís, capital do Maranhão. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

A carreta transportava um lote de cimento que chegou a cair em alguns veículos e no chão. Pessoas que estavam na porta do presídio registraram o momento do acidente (confira abaixo).

Nas imagens, é possível ver o veículo de cargas pesadas invadindo a área de estacionamento, atingindo a traseira de diversos carros, quase tombando e só conseguindo parar após derrubar parte do carregamento de cimento nos carros estacionados.

O que diz a PRF Ao Metrópoles, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) explicou que o motorista da carreta teria parado em frente à Penitenciária de Pedrinhas, no km 13 da BR-135, para fazer a descarga de cimento, mas, de repente, o veículo começou a andar sozinho e descer o declive de forma desgovernada.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Suspeito de integrar ‘Central de Fake News’ é alvo de operação na RMS

Um homem suspeito de integrar 'central de fake news' com atuação no Rio Grande do Norte foi preso, nesta segunda-feira (27), após mandado de busca e apreensão cumprido em sua residência, no município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.    A ação ocorreu como parte do desdobramento da 'Operação DesFarsa', deflagrada pelo

Inquilina é morta, na frente do filho de dois anos, por ex-namorado de dona do imóvel

Uma mulher foi morta a facadas enquanto dormia ao lado do seu filho de dois anos na cidade de Guaramirim, em Santa Catarina. O suspeito do crime é o ex-companheiro da proprietária do imóvel. Após o crime, o homem filmou a cena e foi preso preventivamente.   De acordo com o G1, a ex-companheira dele

Cárcere privado: mulher apagou contatos, prendeu e agrediu namorada

O caso de terror da jovem de Curitiba encontrada em cárcere privado em Brasília envolveu um relacionamento abusivo. A autora do crime agrediu a vítima, excluiu todos os contatos do celular dela, apagou mensagens do WhatsApp e a impediu de sair de casa sozinha. A curitibana ainda tinha que trabalhar dentro da residência, sem receber