Ibaneis fecha parceria para abrir restaurante na Casa de Chá

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), assinou convênio de cooperação técnica para implementação de empresa pedagógica de gastronomia na Casa de Chá, na Praça dos Três Poderes. O lançamento ocorreu na manhã desta terça-feira (16/4). A ação faz parte da programação oficial dos 64 anos de Brasília.

A operação é uma parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Distrito Federal (Senac-DF) com a Secretaria de Estado de Turismo do DF (Setur-DF).

“Estou muito feliz. Esse é um ponto que eu visitei na época em que era estudante e ficou fechado por muitos anos.  Espero que esse possa ser mais um local de visitação na Praça dos Três Poderes, que é sinônimo de democracia, união e debate”, destacou o chefe do Palácio do Buriti.

O projeto ocorrerá no formato de cafeteria-escola, onde alunos do Senac-DF farão estágio supervisionado por instrutores da instituição.

Ibaneis anunciou ainda que o Governo Federal, através do Iphan,  doou ao DF o projeto de revitalização da Praça dos Três Poderes.

“Esse é o início de uma grande entrega para o Distrito Federal. Mais uma parceria com o setor privado. Será uma Casa de Chá totalmente revitalizada, assim como a gente espera também revitalizar toda a Praça dos Três Poderes. Esperamos abrir esse espaço em 26 de junho para toda a população do Distrito Federal e para quem visita a capital”, ressaltou o governador.

Na oportunidade, Ibaneis também comentou sobre o aniversário de Brasília, celebrado no próximo domingo (21/4).

“A capital está cada vez mais pujante e forte. Brasília é a capital de todos os brasileiros e é isso que nós queremos que fique marcado”, frisou Ibaneis.

Casa de Chá O Centro de Atendimento ao Turista (CAT) na Praça dos Três Poderes, conhecido como a Casa do Chá, está todo revitalizado desde 2019, uma parceria da Setur e de arquitetos e decoradores da capital federal. O projeto, que está em andamento desde 2023, prevê a concessão do uso do espaço ao Senac-DF por dois anos e meio, inicialmente, e poderá ser prorrogado por igual período até totalizar 10 anos. Como será uma empresa pedagógica de gastronomia, não visará qualquer lucratividade e praticará preços acessíveis.

O objetivo é valorizar esse patrimônio histórico e cultural tão relevante para a cidade, fomentar o turismo e oferecer ao público um local acessível e aconchegante.

A Casa de Chá foi projetada por Oscar Niemeyer e intitulada de “restaurante da Praça dos Três Poderes”, como ele mesmo chamou em seu livro Quase Memórias, entre 1965 e 1966, período em que o arquiteto retornou brevemente ao Brasil. A casa de chá reunia os trabalhadores da região que frequentavam o local após o dia de trabalho, com rodas de violão e cantorias no lado de fora. Seu auge foi nos anos 1970 e 1980.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

PT acende o alerta com o risco de derrota de Lula em 2026

A dois anos e cinco meses das eleições de 2026, parte da cúpula do Partido dos Trabalhadores acendeu o sinal amarelo sobre a próxima eleição presidencial.   A análise é que há espaço para Tarcísio de Freitas construir uma candidatura robusta para fazer frente a Lula, principalmente se o país não apresentar números melhores de

Vocalista da Banda Eva passa por cirurgia de emergência

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O vocalista da Banda Eva, Felipe Pezzoni, 39, passou por uma cirurgia de emergência no Hospital Cardio Pulmonar, em Salvador, na Bahia. O cantor contou o que provocou a necessidade da operação às pressas. "Antes de qualquer coisa, estou melhor e mais saudável do que nunca. Queria apenas dividir

Furiosa: George Miller explica importância dos veículos para o enredo

Furiosa: Uma Saga Mad Max, dirigido pelo visionário George Miller, estreou nos cinemas nesta quinta-feira (23/5). O novo filme da série já está conquistando os fãs com sua mistura de ação frenética e narrativa envolvente, elementos característicos da franquia. Um dos aspectos mais marcantes e inovadores desta saga é a utilização dos veículos como extensões