Ibovespa tem terceira queda consecutiva e fecha no menor nível desde dezembro

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: 2 minutos


ato20231228095

O Ibovespa, principal indicador de desempenhos da B3, registrou nesta sexta-feira (12) sua terceira queda consecutiva, com uma baixa de 1,14%, fechando aos 125.946,09 pontos. Esse é o menor nível desde dezembro do ano passado. Ao longo da semana, o índice acumulou uma perda de 0,67%. O cenário externo foi influenciado pelo aumento das tensões entre Israel e Irã, o que impactou o humor dos investidores. Durante a sessão, o Ibovespa oscilou entre 125.635,13 e 127.639,90 pontos, com um volume financeiro de R$ 23,3 bilhões. No mês, o índice apresenta uma queda de 1,69%. No ano, a retração é de 6,14%. Em Nova York, os principais índices também fecharam em queda, com destaque para o Dow Jones e o Nasdaq, que registraram perdas entre 1,24% e 1,62%, respectivamente.

As ações na B3 refletiram o clima de correção, com poucos papéis escapando das baixas. Empresas como Vale e Petrobras também foram impactadas, mesmo com o avanço nos preços do minério e do petróleo. Na China, o minério subiu pelo quinto dia consecutivo, atingindo US$ 116,55 por tonelada. Já o petróleo foi afetado pela possibilidade de um ataque iminente a Israel, por parte do Irã ou de seus aliados. A tensão geopolítica no Oriente Médio contribuiu para a cautela dos investidores, que também estão preocupados com os juros nos Estados Unidos e a inflação global. O dólar fechou em alta, atingindo R$ 5,1212.

Publicada por Felipe Cerqueira

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Efeito de enchentes no RS aparece na inflação de produtos como leite, arroz e batata em SP, segundo IPC-Fipe

Os efeitos das enchentes no Rio Grande do Sul sobre a inflação estão se materializando em alguns itens que compõem o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (IPC-Fipe), que mede o nível de preço na cidade de São Paulo. O coordenador do índice, Guilherme Moreira, destaca pressões recentes observadas no

BNDES aprova financiamento de R$ 117 milhões para prevenção de desastres climáticos no Rio

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, anunciou na manhã desta segunda-feira (27), a aprovação de um financiamento de R$ 117 milhões para ações de monitoramento, prevenção e resposta a desastres climáticos no município do Rio de Janeiro. O apoio do banco de fomento corresponderá a 90% do investimento

Os ataques de Malafaia contra Alexandre de Moraes na Marcha pra Jesus

No último sábado, 25, durante a Marcha para Jesus no Rio de Janeiro, o pastor Silas Malafaia intensificou seus ataques ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O evento, que reuniu milhares de evangélicos e contou com a presença de diversos políticos bolsonaristas, foi palco para Malafaia proferir duras críticas e xingamentos