TAGS

Autotestes em Salvador: preços, onde comprar, como usar e alguns alertas

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

WhatsApp Image 2022 03 20 at 13.27.45

O despachante Mario Sousa Santos, 45, começou a ter sintomas de coronavírus no início da semana passada. Tinha escutado no rádio que a venda de autotestes estava liberada e procurou uma farmácia para comprar o produto. Aproveitou para comprar um para a esposa e outro para a filha, com quem vive, e gastou R$150. Tirou as dúvidas de como usar na farmácia e fez o teste em casa – que deu positivo nos três casos.

CONHE�?A O CORREIO AFRO

O Brasil já possui seis autotestes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na Bahia, os produtos começaram a ser comercializados justamente na última semana. Apesar de não servir como laudo comprobatório para viagens ou mesmo para ter um atestado e solicitar afastamento no trabalho, a ferramenta é importante para o acompanhamento, como explica o infectologista Alberto Chebabo, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

“A pessoa pode fazer o teste para saber se ainda está positiva, mas principalmente na prevenção. Ela pode se testar para poder evitar a transmissão”, disse o especialista. No caso de Mario, nosso personagem, a empresa onde ele trabalha aceitou o autoteste como comprovação da infecção por covid e solicitou que ele realize um PCR após 10 dias. 

Em Salvador, algumas farmácias já disponibilizam o teste. De acordo com a Anvisa, o autoteste é capaz de detectar a presença do vírus no organismo com mais de 99% de assertividade no resultado. Em caso de resultado positivo, a recomendação no ministério da saúde é isolamento domiciliar imediato, e em caso agravamento dos sintomas é necessário que o paciente procure ajuda médica. 

O valor gira entre R$59,90 e R$69,90. As farmácias levantadas pelo CORREIO fazem promoção, reduzindo o valor em caso de compra de dois ou mais testes. Farmacêutica na Drogaria São Paulo, Carine Pinto detalha como funciona e alguns cuidados a se tomar para a realização da testagem.

“A caixa vem com 3 itens. O tubinho, com reagente, a placa e o swab nasal que é o cotonete. O cliente pega o swab, passa 10x em cada narina. �? um teste nasal, não precisa ir lá no fundo como o PCR, é mais confortável e traz segurança para uma autocoleta. Girou 10x em cada narina, coloca no tubinho com o reagente, fricciona por 5x e coloca 3 gotas na placa”, resumiu a farmacêutica.

csm CarinePinto ArissonMarinho 9bc8bee895
Carine Pinto, farmacêutica, explicou ao CORREIO como o autoteste deve ser manuseado (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

A placa que aponta o resultado tem duas tirinhas. Uma com a letra C e outra com a letra T. Para ter certeza que o teste é válido, um traço vermelho tem que aparecer na direção do C, independente do resultado. Aí vêm as variações: se somente a tirinha do C estiver marcada, é porque o teste deu negativo, ou não-reagente para Covid. O teste positivo ‘acende’ as tirinhas C e T.

Segundo Carine, apesar do teste não servir de documento oficial para comprovar que o paciente tem covid, a ferramenta é interessante por ser mais confortável e prática. A Drogaria São Paulo vende testes das marcas Kovalent e Eco, ambas por R$69,90. No caso da compra de duas caixas, o valor da unidade cai para R$55.

“O armazenamento na residência é bem simples. Longe de incidência solar e lugares muito abafados e nem em locais muito úmidos por conta da proteção ao reagente. A validade de produtos comprados hoje é até 2024. O cuidado maior é com a preservação, mas não tem muito segredo, não”, detalha a farmacêutica.

Ao acrescentar os autotestes no Plano Nacional de Expansão de Testagem, o Ministério da Saúde afirmou que a estratégia é complementar e deve ser usada somente como uma maneira de triagem de casos.

Ainda de acordo com o Ministério, o modelo é semelhante ao teste TR-Ag (sensibilidade varia entre 90,30% e 96,75% e a especificidade varia de 98,80% a 100%). Ainda assim, por ser feito por pessoa leiga, podem ocorrer erros na execução ou interpretação, de forma que é uma estratégia complementar aos demais, sendo usado como triagem.

Em caso de resultado positivo, a orientação é que o paciente procure um profissional de saúde para nova avaliação e, aí sim, notificar o caso positivo no sistema do SUS para a contabilização. A pessoa será orientada a ficar isolada, manter a higiene das mãos e dos ambientes, e usar a máscara para quebrar a cadeia de transmissão. Se o indivíduo tiver piora dos sintomas, deverá procurar o médico para uma nova avaliação.

O CORREIO levantou 5 redes de farmácias onde é possível fazer a compra do produto em Salvador. Nas drogarias Pague Menos e Drogal, encontramos os valores unitários mais baratos: R$59,90 a caixa do autoteste da Eco Diagnóstica. Na Drogasil, a caixa do autoteste da Needs sai a R$67,90. Quem quiser comprar 3 caixas, ganha um desconto e compra cada unidade por R$52, totalizando R$156. Ainda na Drogasil, há o autoteste da Novel a R$69,90 ou R$59,90 no caso da compra de duas caixas. Nas drogarias Pacheco e São Paulo, a caixa sai a R$69,90. A promoção por lá é o ‘leve 4 e pague 3’

Procurada, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) afirmou que até o momento não há indicativo de distribuição de autoteste para Covid.

Em nota, a Sesab afirmou que continua fazendo análises no Laboratório Central de Saúde Pública de amostras coletadas em unidades públicas de saúde de todo o estado e fez distribuição de testes de antígeno, que são realizados por profissionais de saúde.
 

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

TRE-BA reabre posto de atendimento ao eleitor em Baixa Grande após quatro meses

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) reabre, nesta sexta-feira (23), o posto de atendimento ao eleitor no município de Baixa Grande, na região da Bacia do Jacuípe. O local estava sem funcionar desde outubro do ano passado e voltará a ofertar os serviços eleitorais, de 9h às 13h, nas quartas e sextas-feiras.   O

Entendendo a Previdência: Saiba tudo sobre a aposentadoria dos brasileiros em Portugal

O Brasil tem Acordo de Previdência com Portugal, desde 03/12/1970, através do Decreto nº 67.695, tendo sua última alteração ocorrida em 08/05/2013, pelo Decreto nº 7.999. Por isso, é possível se aposentar nos dois países, ou ainda, usar o tempo trabalhado da melhor forma, para ter uma aposentadoria somando-se períodos trabalhados nos dois países (totalização

OAB-BA solicita criação de superintendência estadual do INSS

A presidenta da Ordem dos Advogados Seção Bahia (OAB-BA), Daniela Borges, os conselheiros federais e ex-presidentes da Seccional, Luiz Viana e Fabrício Castro, e a deputada federal Lídice da Mata (PSB) entregaram ao presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Alessandro Stefanutto um ofício em que a OAB-BA solicita a criação de uma nova