CMS: Vereadores votam vetos pendentes e liberam pauta para análise de projetos

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Terça, 17 de Maio de 2022 – 16:12

por Vitor Castro / Mauricio Leiro

CMS: Vereadores votam vetos pendentes e liberam pauta para análise de projetos

Foto: Vitor Castro / Bahia Notícias

Os vereadores da Câmara de Vereadores de Salvador desobstruíram a pauta, após votar vetos pendentes de análise, em sessão nesta terça-feira (17). Os edis ainda devem analisar alguns projetos na sessão de hoje, incluindo o plano de carreira da guarda municipal (reveja aqui), que já teve parecer positivo na Comissão de Constituição e Justiça e na Comissão de Orçamento. 

Ao todo eram sete vetos parciais a diversos projetos e todos foram mantidos com voto contrário da oposição e da bancada independente. Porém, com a votação, a pauta foi liberada para votação dos outros projetos que estavam na fila do legislativo municipal.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Padilha diz que governo trabalha para liberar parte dos R$ 5,6 bi em emendas vetados por Lula

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Responsável pela articulação política do governo, o ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), afirmou nesta segunda-feira (22) que trabalha em uma proposta para liberar parte dos R$ 5,6 bilhões em emendas de comissão vetados pelo presidente Lula (PT). "Estamos construindo uma proposta de poder ajustar, até a sessão

Lula diz que é preciso criar um telefone para as pessoas reclamarem do governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta segunda-feira, 22, que o governo precisa criar um telefone para que as pessoas possam "se queixar se as coisas não estão acontecendo". A declaração ocorreu no lançamento do programa Acredita, um pacote de medidas que prevê crédito e renegociação de dívidas para os pequenos negócios

É muito importante que Congresso aprove lei das fake news e lei que regula IA, diz Lewandowski

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, defendeu a aprovação do projeto de lei das fake news, que regula a atuação das plataformas digitais no País, e o da regulamentação da Inteligência Artificial. "A mim me parece muito importante que Congresso aprove lei das fake news e a lei que regula Inteligência Artificial