TAGS

São Paulo entrega etapa de ampliação do Novo Museu do Ipiranga

Publicado em

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O governo estadual de São Paulo entregou hoje (18) a nova etapa de restauração do Edifício-Monumento, que faz parte da ampliação do Novo Museu do Ipiranga, na zona Sul da capital paulista. A previsão é que o espaço seja reaberto no feriado nacional de 7 de Setembro, como principal marco do bicentenário da Independência do Brasilebc.png6285346b9127febc.gif6285346bbe3b2

Atualmente 70% das obras, que foram iniciadas em 2019 pela atual gestão, já foram concluídas. A restauração do edifício-monumento foi concluída em abril deste ano. As obras concluídas também chegam a 99% no edifício anexo de serviços e 70% no jardim francês. Após a solenidade do Sete de Setembro, o museu volta a receber visitas com 12 exposições inaugurais.

�??Estamos ampliando, atualizando e modernizando este museu que, sem dúvida nenhuma, será um dos mais visitados do Brasil a partir de setembro. A reforma do Museu do Ipiranga foi uma iniciativa não só do governo do Estado, mas da sociedade e da iniciativa privada que entenderam a importância da reabertura, principalmente para celebrarmos o bicentenário da Independência�?�, disse o governador Rodrigo Garcia.

O valor total do restauro e ampliação do Edifício-Monumento chegou a R$ 211 milhões e compreende o patrocínio direto de 29 patrocinadores, repasses do governo de São Paulo e aportes da União, por meio da Lei Rouanet. A obra principal foi 100% concluída pelo governo do Estado, por meio da Universidade de São Paulo e da Fundação USP.

Depois da reforma concluída, o museu terá duas amplas entradas, bilheteria, um auditório para 200 pessoas, espaço educativo, café, loja e sala de exposição temporária. Com isso a área total construída terá o dobro do que tinha anteriormente e oferecerá total acessibilidade por elevadores e escadas rolantes e um novo sistema de ar-condicionado.

O jardim francês em frente ao edifício está sendo totalmente transformado com novo paisagismo, restaurante, infraestrutura para food bikes, modernização da iluminação pública e vias de acesso, equipamentos de acessibilidade e reativação da fonte central.

De acordo com o governo estadual, o Museu do Ipiranga é um patrimônio histórico tombado nas três esferas de governo. Construído entre 1885 e 1890, está situado dentro do complexo do Parque Independência, na zona sul da capital. Concebido originalmente como um monumento à Independência, foi declarado sede do Museu do Estado em 1895 e, desde 1963, é administrado pela Universidade de São Paulo.

O governador lançou ainda, durante a visita, o programa Brasil 200 – São Paulo Celebra o Bicentenário da Independência, sendo seu destaque a Agenda Bonifácio, plataforma online que concentrará atividades culturais do poder público e da sociedade civil relacionadas ao tema.

A programação cultural do Novo Museu do Ipiranga contará com mais de cem eventos.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Minas espalhadas pela Ucrânia serão legado escondido da guerra

ODESSA, UCRÂNIA (FOLHAPRESS) - O jornalista Dima Khilchenko ainda fica aflito de levar seus dois filhos à casa de campo da família em Tolokun, trecho de floresta a 60 quilômetros ao norte de Kiev, porque se suspeitava que havia minas terrestres por aquela rota. "Eles [o governo] já liberaram e disseram que é seguro ir

Trump tentou corromper eleições de 2016, dizem promotores em segunda semana de julgamento

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump já está no tribunal de Nova York no qual promotores defendem, nesta segunda-feira (22), por que o suposto pagamento secreto a uma estrela pornô durante sua vitoriosa campanha pela Casa Branca em 2016 teria infringido a lei. Embora o republicano tenha pedido manifestações

Israel não mostrou provas de elo de funcionários da ONU com ataques do Hamas, diz relatório

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma investigação independente liderada por Catherine Colonna, ex-chanceler da França, afirma que Israel ainda não apresentou provas de ligação de funcionários da UNRWA, a agência da ONU para refugiados palestinos, com organizações terroristas. Em janeiro, autoridades israelenses acusaram 190 empregados da agência de envolvimento direto ou indireto nos atentados terroristas