Aécio diz que Lula teve fala ‘arrogante e desrespeitosa’ sobre o PSDB

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto
Deputado federal por Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB-MG) criticou nesta quarta-feira (01/06) o ex-presidente Lula (PT), pré-candidato à Presidência da República nas eleições gerais de 2022, em outubro. O petista disse nessa terça-feira (31) que o PSDB acabou, motivo pelo qual o político mineiro reagiu.
“Arrogante e desrespeitosa a afirmação do ex-presidente Lula de que o PSDB acabou. Por maiores que tenham sido os equívocos dos nossos atuais dirigentes ao priorizar, até aqui, um projeto regional em detrimento da nossa responsabilidade maior de lançar uma candidatura presidencial competitiva para se contrapor aos dois extremos, o PSDB continua e continuará a ser essencial ao Brasil. E o tempo mostrará isso”, diz Aécio, em comunicado à imprensa.
A reação de Aécio, candidato à Presidência derrotado por Dilma Rousseff (PT) em 2014, governador de Minas Gerais entre 2003 e 2010 e senador entre 2011 e 2019, aconteceu um dia depois da fala do petista. Lula, em evento em São Paulo, defendeu o PT e relembrou que o PFL deixou de existir em 2007.

“Uma vez teve um senador do PFL que disse que era preciso ‘acabar com essa desgraçada do PT’, o Jorge Bornhausen. O PFL acabou. Agora, quem acabou foi o PSDB. E o PT continua forte, crescendo, e continua o partido que conseguiu compor a maior frente de esquerda já feita neste país”, disse Lula.
Lula, que presidiu o Brasil de 2003 a 2010, deve ter como principal rival na disputa da Presidência este ano o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL). Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), André Janones (Avante), Felipe d’Ávila (Novo), José Maria Eymael (DC), Vera Lúcia (PSTU), Sofia Manzano (PCB), Luciano Bivar (União) e Leo Péricles (UP) também são pré-candidatos no pleito, que acontece em 2 de outubro e no dia 30 do mesmo mês – caso tenha segundo turno.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Flávio Dino toma posse como ministro do STF ao lado de Lula

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em cerimônia com a presença do presidente Lula (PT), o ex-ministro da Justiça Flávio Dino tomou posse nesta quinta-feira (22) como novo integrante do STF (Supremo Tribunal Federal), na vaga deixada pela ministra aposentada Rosa Weber. O decano da corte, Gilmar Mendes, e o último a ser empossado, Cristiano Zanin, acompanharam

Barroso: Dino é exemplo de pessoa capaz de diálogo

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o ministro Flávio Dino, empossado hoje na Corte, é "exemplo de uma pessoa capaz de diálogo, preparada e bem-humorada". Ele falou com jornalistas após a cerimônia de posse. Barroso ainda disse acreditar que o Brasil está caminhando para a "recuperação da civilidade

Valdemar e Torres destoam de Bolsonaro e militares e falam à PF sobre trama golpista

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e o ex-ministro da Justiça Anderson Torres destoaram de outros aliados de Jair Bolsonaro (PL) e responderam às perguntas da Polícia Federal durante depoimento nesta quinta-feira (22) referente às investigações sobre os planos discutidos no fim de 2022 para um golpe de Estado contra