CNJ vai julgar PAD contra juiz alvo da Operação Faroeste

Publicado em

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) avocou dois processos administrativos disciplinares (PADs) contra o juiz João Batista de Alcântara Filho. Isso significa que caberá ao CNJ analisar e julgar os PADs e não mais ao Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O juiz é um dos investigados da Operação Faroeste.

 

Um dos PADs foi remetido pelo Pleno do TJ-BA ao CNJ por falta de quórum, meses depois de “absolvê-lo” em outro contenda judicial (reveja). Em outubro de 2022, dos 40 desembargadores presentes na sessão do dia 5, apenas 23 poderiam julgar o caso, o que não alcançaria o número mínimo previsto para se ter um quórum qualificado (lembre aqui). O juiz se tornou alvo do PAD por ter retido 33 processos e documentos judiciais em sua residência por mais de oito anos.

 

Em abril, o Pleno remeteu um PAD contra o juiz ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) devido à falta de quórum (lembre aqui). O TJ-BA já havia determinado afastamento determinado do juiz João Batista, ao abrir o primeiro processo (veja aqui). Neste caso, a Dioseed Agronegócios – atual Sementes Mineirão alegou que o juiz atuou de forma parcial em três processos milionários, envolvendo extravio de sementes e penhoras de imóveis de mais de R$ 13 milhões. Os casos tramitam nas comarcas de Coribe e Correntina, no oeste do estado. João Batista tinha sido designado pelo então presidente do TJ-BA, ex-desembargador Gesivaldo Britto, para atuar nos casos como juiz substituto de 2º Grau.

 

João Batista de Alcântara Filho é acusado de cometer irregularidades na condução de processos enquanto atuava como juiz na comarca de Barreiras, no oeste da Bahia.

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

“Símbolo de inclusão e oportunidade”, destaca Jerônimo ao firmar parceria com instituição educacional em Irecê

  Nesta sexta-feira (23), em Irecê, o Governo do Estado formalizou um Termo de Colaboração com a Associação Beneficente Projeto Nordeste (ABPN), realizadora do projeto Nova Canaã. A iniciativa irá proporcionar educação em tempo integral, abrangendo o ensino fundamental e o médio, o que contribuirá para o desenvolvimento educacional e social de crianças, adolescentes e

Vídeo: mulher tenta atear fogo no ex-marido em ônibus no interior

São Paulo — Uma mulher foi presa depois de tentar atear fogo no ex-marido, na tarde da quinta-feira (22/2), em Campinas, no interior de São Paulo. Uma briga pela guarda dos filhos teria sido o estopim para a reação da mulher. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a mulher de 52 anos foi presa em

TRE-BA reabre posto de atendimento ao eleitor em Baixa Grande após quatro meses

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) reabre, nesta sexta-feira (23), o posto de atendimento ao eleitor no município de Baixa Grande, na região da Bacia do Jacuípe. O local estava sem funcionar desde outubro do ano passado e voltará a ofertar os serviços eleitorais, de 9h às 13h, nas quartas e sextas-feiras.   O