Spotify vai permitir criar playlists como se estivesse no ChatGPT

Publicado em

spot_img
Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O Spotify introduziu a AI Playlist, uma nova funcionalidade que utiliza Inteligência Artificial (IA) para criar playlists a partir de descrições de texto.

Anteriormente, o Spotify já oferecia a opção de usar IA para criar playlists, mas a novidade agora é a capacidade de utilizar texto – semelhante a ferramentas como o ChatGPT – para gerar essas listas de música.

Segundo o site TechCrunch, essa funcionalidade ainda está em fase beta. Para os usuários que têm acesso a essa versão no Android ou iOS, basta acessar “Sua Biblioteca”, clicar no ícone ‘+’ no canto superior direito e, se tiverem acesso à funcionalidade, verão uma terceira opção além de “Playlist” e “Fusão”.
 
 

Leia Também: Ana Castela emplaca quatro músicas dentre as dez mais ouvidas do verão

Que você achou desse assunto?

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

- Publicidade -

ASSUNTOS RELACIONADOS

Expectativa de vida mundial volta para patamar de 2012 por causa da Covid-19

Quatro anos depois de a Covid-19 ser declarada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um novo relatório foi divulgado, trazendo à luz o profundo impacto que a doença teve na expectativa de vida em todo o mundo. De acordo com o informe anual da OMS, houve uma redução significativa na expectativa de vida

Balanço da Nvidia indica que euforia com inteligência artificial está longe de acabar

A Nvidia superou a estimativa de lucros pelo sexto trimestre consecutivo e registrou nova receita recorde, segundo balanço publicado na noite da quarta-feira, 22. O analista Louis Navellier, da gestora Navellier, disse que a companhia fechou a temporada de resultados trimestrais dos fabricantes de processadores "com chave de ouro". As ações da Nvidia subiram 6,06%

Futuro da IA? “Provavelmente, nenhum de nós terá emprego”, diz Musk

O dono da Tesla, da SpaceX, da rede social X e também da Neuralink, Elon Musk, participou no evento Vive Tech em Paris, França, onde teceu algumas previsões sobre o futuro e como a sociedade se adaptará à chegada da Inteligência Artificial (IA) - no que diz respeito ao mercado de trabalho. “Num cenário benigno